Série: Habita m mim

Ano: 2017

 

A série fotográfica Habita em mim é feita de contradições, de sentimentos e desejos que intimamente nos constituem e nos fazem existir. São fotografias inspiradas no trabalho experimental do fotógrafo norte-americano, Man Ray.  Imagens surreais, que provocam o espectador a pensar sobre os seus medos, seus sonhos, suas angústias... A série cria um universo paralelo, sugere deslocamentos, abre fissuras para a incerteza, o estranhamento, a hesitação, o absurdo. Há uma insistente proteção dada por uma sombrinha, como um nimbo pessoal, mas, sabemos que o caos desorganiza, nos invade. O trabalho de Man Ray é instigante e sempre me inspira a criar e a compor fotografias digitais. Trata-se de um dos principais referentes que misturava técnicas como pintura, colagens, filmes e fotografias experimentais. A influência do Surrealismo é o que mais me interessa em sua produção. Suas fotografias nos provocam observar cenas e objetos cotidianos de outros modos, deslocando-nos para o lugar da incerteza, do estranhamento, da hesitação e até mesmo do absurdo. O que mais gosto na obra de Man Ray é o estilo experimental e surreal de produzir narrativas visuais/ Fotografia: Amanda Leite / Performance: Renata Ferreira

EXPOSIÇÃO

​​

Meus olhos te tocam de Man Ray a Diana Arbus 

Projeto acesso arte contemporânea em sua 5a. edição 

Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian

Rio de Janeiro/RJ.

Curadorio: Lúcia Avancini, Marilou Winograd.

2017